noticias Seja bem vindo ao nosso site FUMACA SUL!

Notícias

Empresários do Sul de SC são investigados pela PF por fraude milionária

Membros do grupo empresarial de Criciúma, Içara, Siderópolis, Balneário Camboriú e Camboriú sofreram buscas em seus imóveis

Publicada em 06/06/24 às 15:17h - 8 visualizações

FUMACA SUL


Compartilhe
Compartilhar a noticia Empresários do Sul de SC são investigados pela PF por fraude milionária  Compartilhar a noticia Empresários do Sul de SC são investigados pela PF por fraude milionária  Compartilhar a noticia Empresários do Sul de SC são investigados pela PF por fraude milionária

Link da Notícia:

Empresários do Sul de SC são investigados pela PF por fraude milionária
 (Foto: FUMACA SUL)

A Operação Dissimulação foi deflagrada pela Polícia Federal nesta quinta-feira, dia 6. O objetivo da ação é combater a sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, cometidas por um grupo de empresários catarinenses, que causou um prejuízo de mais de R$ 56 milhões.

No ato de hoje, a PF realiza buscas em nove imóveis de pessoas físicas e jurídicas envolvidas no esquema criminoso, localizados nos municípios catarinenses de Criciúma, Içara, Siderópolis, Camboriú e Balneário Camboriú.

A apuração dos fatos teve início no final do ano de 2022, a partir de informações repassadas pela Procuradoria da Fazenda Nacional, que identificou a prática, por grupo empresarial, de manobras ilegais para frustrar a execução de créditos tributários.

No decorrer das investigações a PF constatou que o grupo empregou diversos subterfúgios para burlar pagamentos de débitos tributários de empresas, dentre os quais a transferência de bens e faturamento para empresas diversas; utilização de laranjas; sucessões simuladas entre empresas; confusão patrimonial; ocultação do sócio ou administrador principal; e compra e venda simulada de imóveis.

Além das buscas, foram decretadas pela Justiça Federal medidas assecuratórias de bens, direitos e valores dos investigados e das empresas integrantes do grupo, visando assegurar a indisponibilidade dos lucros obtidos com a prática criminosa e a reparação dos danos, e ainda para cobrir os débitos tributários devidos.

Os investigados responderão pela prática dos crimes de organização criminosa, fraude à execução, lavagem de dinheiro e a evasão de divisas, cujas penas somadas podem chegar a 26 anos de prisão.

Via Polícia Federal




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (48) 99694 6499

Visitas: 439235
Usuários Online: 3
Copyright (c) 2024 - FUMACA SUL
Converse conosco pelo Whatsapp!